Radar da Pneumologia

Souza Cruz é proibida de atuar no RN por suspeita de trabalho escravo

janeiro 18, 2016 • Por

dreamstime_cigarro_18-01-16

Motivado por denúncias que revelam fraude trabalhista e situação de trabalho análogo à escravidão, na região de Brejinho, o Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Norte (MPT-RN) proibiu a empresa Souza Cruz de comercializar o tabaco no estado. O MPT pede, ainda, a condenação de R$ 5 milhões pelo dano moral coletivo e o ressarcimento de R$ 100 mil por trabalhador envolvido.

LEIA MAIS