Radar da Pneumologia

Dia Mundial de Combate à Asma alerta para as mortes decorrentes da doença

abril 18, 2017 • Por

logoasma2017

Todos os dias, três pessoas morrem de asma no Brasil. Por isso, neste dia 2 de maio – data escolhida para falar sobre a doença, a Iniciativa Global Contra a Asma (GINA) propõe divulgar informações a fim de prevenir o agravamento dos sintomas.

A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas que se caracteriza pela dificuldade de inspirar e, principalmente, de expirar o ar. A enfermidade é desencadeada por fatores alergênicos, como poeira, ácaro, pelo de animais, fumaça, mofo, perfume, produto químico e medicamentos, mas também pode estar relacionada a mudanças climáticas, exercício físico vigoroso ou estresse emocional, por exemplo.

Além da falta de ar, chiado e aperto no peito, tosse seca e persistente e fôlego curto são alguns dos sintomas da asma. Ao sentir um desses incômodos, é muito importante consultar um especialista para não correr riscos, já que a doença pode ser confundida com bronquite ou bronquiolite, por exemplo. No caso da asma, os sintomas descritos vão e voltam, ou seja, são recorrentes, e isso deve ser relatado ao médico.

Para diagnosticá-la, o exame de Função Pulmonar ou Espirometria é o mais indicado.

A doença não tem cura, mas apresenta grande melhora quando a inflamação é tratada de maneira correta. Assim, é possível manter os brônquios bem abertos e evitar a diminuição do calibre das vias aéreas, restabelecendo a qualidade de vida do paciente.

A origem da asma é familiar e alguns dos fatores que podem agravar a doença são a obesidade e a insônia.


Para os pneumologistas que queiram se aprofundar sobre casos de asma severa, é interessante acompanhar o webinar gratuito da European Respiratory Society no próximo dia 11/05 (em inglês).

A Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia também tem entre suas missões promover o debate e o intercâmbio de informações técnicas entre especialistas.

Por isso, o Congresso de Asma promovido pela SBPT entre 2 e 5 de agosto, em Fortaleza, vai abordar temas essenciais e dados atualizados sobre a doença, relacionados à atenção primária, imunobiológicos, medicações por via inalatória, mecanismos de deposição de partículas, novos broncodilatadores, além da Conferência Internacional de Síndrome da sobreposição Asma e DPOC. Aproveite!

Fontes: GINA e GINA no Brasil.