Radar da Pneumologia

Brasil está em alerta para combater a Tuberculose

setembro 8, 2017 • Por


A Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) esclarece dúvidas sobre diagnóstico e tratamento da Tuberculose, doença que afeta 32,4 a cada 100 mil brasileiros.

O problema da Tuberculose no Brasil vai além da saúde pública. É um sintoma social, causado pelo aumento da população carcerária e falta de tratamento adequado para os presos, que têm até 28 vezes mais chances de infecção.

Amazonas, Pará e Rio de Janeiro são os estados com maior número de vítimas da doença.

Falta de diagnóstico precoce e abandono do tratamento, que dura no mínimo seis meses, são outros fatores que favorecem o aumento de casos.

A Coordenadora da Comissão Científica de Tuberculose da SBPT, Dra. Denise Rossato Silva, esclarece as dúvidas mais comuns sobre a TB:

1 – Tuberculose tem cura? Como é o tratamento?

Tuberculose tem cura sim! O tratamento é gratuito, oferecido apenas no SUS, e consiste em quatro medicações por dois meses e, depois, duas medicações por mais quatro meses. Esses remédios são combinados em um comprimido para facilitar a aderência. Para se curar, é necessário completar o tratamento!

A falta de adesão, o abandono ou o uso irregular dos medicamentos podem causar resistência dos bacilos, sendo necessário o aumento do número de medicamentos e um tratamento com duração maior.

2 – Tuberculose é contagiosa? É preciso separar copos, roupas e outros itens de uso pessoal?

Pessoas com tuberculose ativa pulmonar ou laríngea podem transmitir a doença pela eliminação do bacilo no ar através da tosse, fala ou pelo espirro e quem convive com elas pode contrair TB pela inalação dessas partículas muito pequenas (aerossóis).

Em geral, após 15 dias de tratamento adequado, o paciente já não é mais capaz de infectar outras pessoas.

Não é necessário separar copos, roupas e outros itens de uso pessoal! A Tuberculose não se transmite pelo compartilhamento de roupas, lençóis, copos e outros objetos.

3 – Como saber se estou com Tuberculose se estou tossindo muito?

Os sintomas mais comuns são tosse, em geral, por mais de 15 dias, além de febre, falta de apetite, emagrecimento, cansaço e suores noturnos. As formas mais comuns para diagnosticar a doença são o exame do escarro (baciloscopia) e o raio-x de tórax, realizados gratuitamente nos postos de saúde.

“Se você estiver tossindo há mais de 2 semanas, procure o posto de saúde para fazer esses exames e saber se está com Tuberculose”, alerta a pneumologista Dra. Denise Rossato.


Alguns grupos populacionais possuem maior vulnerabilidade a infecções, devido às condições de saúde e de vida a que são expostos. Ainda assim, o Brasil pretende chegar a menos de dez casos de TB por cem mil habitantes até o ano de 2035.