Radar da Pneumologia

São Paulo pretende reduzir a zero as emissões de poluentes por carros

novembro 14, 2017 • Por


Prefeitura de São Paulo determinou que a frota pública da cidade corte a emissão de poluentes pela metade em dez anos e a elimine completamente em vinte anos.

A nova determinação também apoia a volta da inspeção veicular, que foi cancelada por causa de irregularidades fiscais. O novo modelo proposto passa a considerar a verificação do nível de emissão dos automóveis particulares apenas após o terceiro ano de emplacamento. Para motos, a partir do segundo ano. Além disso, a nova inspeção será realizada a cada dois anos e não anualmente, como acontecia anteriormente.

Foram incluídos também no projeto de lei os ônibus municipais, caminhões de lixo, caminhões de abastecimento da Ceagesp e até ônibus fretados, abrangendo 45 mil veículos.

A inspeção veicular deverá ser instituída novamente até o fim de 2018. Após o início do serviço, quem não fizer a inspeção será multado em até R$ 3.500 para veículos particulares e R$ 5.000 para comerciais. Além disso, automotores que transitam por São Paulo com regularidade também devem ser inspecionados.


Fontes: Notícias Automotivas, Folha de S. Paulo, Estadão.