SBPT na mídia

Mal-estar, febre e tosse podem ser sinais de pneumonia

dezembro 11, 2017 • Por

Segunda doença respiratória mais comum no Brasil, a pneumonia precisa ser diagnosticada cedo para que aumentem as chances de cura. É recomendado investigar pacientes com tosse recorrente, dor para respirar, falta de ar e febre.

O diagnóstico da pneumonia pode ser firmado com exames de raio X (radiografia) do tórax e de sangue.

Idosos, crianças e pacientes com doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, insuficiência cardíaca e renal ou alteração de imunidade devem tomar a vacina para se prevenir, sob prescrição médica. A imunização disponível é a Pneumo 23 no posto de saúde ou a Previnar 13 nas clínicas privadas.

Cerca de 1,6 milhão de pessoas morrem todos os anos devido à doença. Por isso é tão importante buscar tratamento. Para curar a pneumonia, o médico prescreve antibiótico ou antiviral por até dez dias. O paciente pode levar até três semanas para se sentir totalmente recuperado.

De acordo com a pneumologista Glaucia Barbieri, do Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC/UFPR), se a febre persistir, a tosse tiver secreção e catarro, e sentir uma pontada no peito ao respirar, é sinal de que a gripe pode ter evoluído para pneumonia.

Veja as diferenças entre gripe e pneumonia em matéria do jornal Gazeta do Povo.