Radar da Pneumologia

Embalagens de cigarro terão novas imagens de advertência

dezembro 18, 2017 • Por


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou a Resolução da Diretoria Colegiada 195/2017 com as novas imagens de advertência sanitária, que são obrigatórias nos rótulos dos cigarros e demais produtos derivados do tabaco comercializados no Brasil.

Além de nove imagens de advertência padrão, que ocuparão 100% da face posterior das embalagens, a resolução apresenta novos modelos de advertências frontal e lateral e um modelo gráfico para a mensagem de proibição de venda para menores de 18 anos.

As novas mensagens apresentam uma comunicação mais direta com os consumidores sobre os riscos que esses produtos causam à saúde e utilizam um conjunto de cores que dão maior destaque e visibilidade para as mensagens.

As novas advertências têm os temas: câncer de boca, cegueira, envelhecimento, fumo passivo, impotência sexual, infarto, trombose e gangrena, morte e parto prematuro.

Adequação e fiscalização

A norma é válida para todos os produtos fumígenos derivados do tabaco, tais como: cigarros, cigarrilhas, charutos, fumos de cachimbo, fumos de narguilé, rapé, dentre outros. As mudanças entrarão em vigor em 25 de maio de 2018, mas as empresas podem se adequar antes deste prazo.

Após a referida data, as embalagens que não estiverem de acordo com a nova Resolução não poderão ser produzidas, distribuídas, expostas à venda ou comercializadas. O não cumprimento da regulamentação implica em infração sanitária, com penalidade e multa de até R$ 1,5 milhão aos comerciantes.

Acesse aqui as novas imagens de advertência para derivados do tabaco.


Fonte: ANVISA.