Radar da Pneumologia

“Fumar é uma das grandes idiotices da vida”, disse Chico Anysio em entrevista

Março 12, 2018 • Por


Após perder 40% da capacidade pulmonar por causa do tabagismo, Chico Anysio declarou seu arrependimento por ter fumado em entrevista à TV Brasil. O humorista faleceu em 2012, aos 80 anos, por falência múltipla de órgãos após uma parada cardiorrespiratória.

No programa de entrevistas “3 a 1” do canal TV Brasil, transmitido em 2008, o ator, diretor e humorista Chico Anysio afirmou que cometeria todos os mesmos erros em vida, exceto por fumar.

Em resposta à pergunta da atriz Heloísa Périssé: “se o tempo voltasse atrás, o que você corrigiria na sua vida?”, Chico deu um depoimento sincero e arrependido sobre como o tabagismo afeta a qualidade de vida.

“Se eu tivesse 20% de melhora (dos pulmões), já estaria bom pra mim. Eu uso cadeira de rodas no aeroporto, eu ando 50 metros e já estou cansado. Então, isso é um mal irreversível”, lamentou o artista, diagnosticado com enfisema pulmonar.

Por infortúnio, o fumo pode ter sido responsável pela parada cardiorrespiratória de Chico Anysio, quatro anos após a entrevista.

O tabagismo é a causa de aproximadamente 50 doenças. A nicotina enrijece as artérias do fumante, fazendo com que o coração trabalhe mais intensamente. Os pulmões naturalmente perdem cerca de 27% da capacidade por ano a partir dos 40 anos de idade. O tabagismo acelera este processo para até 50% de perda, graças à absorção de ácido carbônico, monóxido de carbono entre outras mais de 4.700 substâncias tóxicas.

Clique aqui e assista à entrevista.